Projeto Mais Bicicletas: Plástica e mobilidade

1956859_835554916472045_2210237851731377089_o

Vivemos em um tempo onde a velocidade das coisas é cada vez mais rápida e intensa. Nessa dinâmica enfrentamos diariamente problemas de mobilidade nos grandes centros urbanos. O ir e vir torna-se um transtorno para os cidadãos. Todos precisam de mais tempo para produzir e viver, mas este mesmo tempo é ocupado com o transporte e o deslocamento, como resolver essa equação? Presente desde o século XIX no Brasil, foi a partir da década de 70, após a crise do petróleo, que as bicicletas se fizeram presentes junto a classe trabalhadora. Escondida nos quintais ou amarradas em postes, passando muitas vezes despercebidas, são na verdade a grande opção de transporte, tornando-se responsável pela movimentação de boa parte da classe trabalhadora que vem sofrendo com os modelos de transportes públicos que nunca foram suficientes, eficientes e saudáveis.

10453004_835776313116572_5457181306056008862_o

As fotos apresentadas neste trabalho foram realizadas nos últimos sete anos, em registros em todo Brasil e Nova York. O PROJETO MAIS BICICLETAS promove a cultura da bicicleta e a sua importância como instrumento de mobilidade urbana.

Nascido em Santos, litoral de São Paulo, Fernando Garcia, arquiteto e urbanista formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos em 1994, sempre se utiliza da fotografia como meio de inspiração e instrumento efetivo de trabalho. Fernando além de fotógrafo é coordenador de planejamento e projetos na CET Santos e atua em assuntos ligados ao sistema cicloviário do Município. Grande incentivador da cultura ciclistica, tem como maior objetivo, em seu trabalho, promover a cultura da bicicleta através da fotografia, melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida de seus habitantes.

14633505_1394050293955835_2813082771288743561_o